racas-de-caes, caes, animais-de-estimacao -  - Beagle - Raça de Cachorros

Beagle – Raça de Cachorros

Beagle – Raça de Cachorros

Existem certos registros da existência de um cão bastante equivalente ao Beagle contemporâneo na Grécia Antiga. Há, no ano de 433 a. c, registros de uma espécie de cão capaz de sentir a presença de lebres de muito longe.
Pulando da Grécia Antiga para a Inglaterra do século XI também achamos muitas referências a espécies que talvez sejam as origens dos cruzamentos que resultariam no cão Beagle que conhecemos hoje em dia. Com o objetivo de se chegar até aos cães Beagle atuais, duas espécies de cães bem definidas foram misturadas: Galgos Ingleses e Talbot. Essas raças são especificadas como as mesmas linhagens dos Beagles modernos.
Apesar de cientistas conseguirem mapear a origem da maioria das espécies de cães atuais, no caso do cachorro Beagle existia um problema nos registros que acabou dificultando o serviço. Antigamente, independente da espécie de cachorro, se, por acaso, o cachorro fosse de um tamanho mediano, ele era nomeado como Beagle. Estes documentos datavam em especial da Grã-Bretanha do século XVIII. Com o objetivo de se desenvolver uma raça de cães para a caça, em principal de coelhos e lebres, percebe-se nestes documentos desse período vários registros a respeito da preocupação em se criar uma raça predadora. Para se chegar até um cão eficaz na caça, observava-se a necessidade de um cachorro com um faro aguçado.
Em termos de referências mais atuais, tudo aponta que a base para a espécie atual tenha sido uma matilha criada pelo reverendo Phillip Honeywood em 1830, também na Inglaterra. Por volta do século XIX que começou a exportação de cães da raça Beagle para os EUA. Foi naquele local que a espécie ficou muito popular. Apesar de ter-se originado na Inglaterra, se pode pronunciar que os EUA foi o lugar onde o Beagle teve mais aceitabilidade.

Características do Beagle

O Beagle é um cão grandemente sereno, corajoso, inteligentíssimo, bastante contente e meigo. Apesar de ser compacto na sua constituição física, ele é um cachorro de aspecto vigoroso. Possui orelhas alongadas que caem para os lados e pelos curtos, espessos e resistentes. O Beagle, normalmente, é tricolor e detêm as extremidades de cor branca.
Não existe um peso definido para os cães Beagles, é preciso, inicialmente, verificar o seu porte e sua altura. Conforme a Federação Internacional de Cinofilia, os cães da espécie Beagle devem medir mais que 33 cm e menos que 40 centímetros e, em razão disto, o peso de um Beagle é capaz de variar de 8 até 14 kg, consoante o sexo.
Os Beagles têm um impecável olfato, o que faz com que ao saírem para um passeio, podem sair da vista do seu proprietário ao sentirem um odor que atraia a sua atenção. Por conta disso é relevante treiná-los desde novos para que consigam obedecer a seus donos no momento em que preciso.

Temperamento do Beagle

Caso não seja treinado adequadamente, o cão Beagle tem a tendência de ladrar e ganir bastante, o que faz com que seus donos se enlouqueçam, porém possuem uma personalidade divertida e meiga. Porém, não fique preocupado: o cachorro Beagle é totalmente fácil de se conviver. É um cão que cria laços muito fácil com crianças.
É um cachorro de caça originado para perseguir presas na mata e habituado a viver em matilha, o que faz com que os tornem propensos pra companhia. O cão Beagle é tranquilo e se adapta a todos os tipos de vida, tanto no campo como na cidade. Ele também é muito levado.
Deve ser ensinado para vir a ser obediente e atender chamados e comandos dos proprietários, já que tem a tendência de ser teimoso. Mesmo sendo sereno e adorável , o Beagle pode não ser bom para proprietários de primeira viagem, pois é um cachorro o qual necessita de donos firmes e com paciência e o seu adestramento é capaz de requerer tempo e bastante empenho. Muitas vezes ele é definido como “cão que não possui capacidade de adestramento”, uma vez que sua teimosia é bem grande.
Entretanto, ele tem uma personalidade bastante balanceada. Os cães dessa espécie não mostram hostilidade nem timidez, tendo a capacidade de ser, também, um cachorro sentinela.

Benefícios de se ter um cão Beagle

– São muito mansos e amoráveis
– Lidam bem com pequenas crianças
– Muito carinhosos
– Adaptam-se em diferentes ambientes, seja apartamento ou casa
– Têm uma ótima saúde
– Não necessitam de serem penteados todos os dias ou serem tosados muitas vezes

Pontos fracos

– Possuem a tendência de ser destrutivos e fujões
– São indisciplinados e birrentos sendo muitas vezes denominados “cachorros que não possuem a capacidade de adestramento” pelos treinadores
– Possuem tendência à obesidade
– Podem ser barulhentos e um tanto cansativos na ocasião em que filhotes
– Um grande problema típico da espécie é a tendência a apresentar incoveniências na pele, como eczemas e alergias
– Para os cães com uma cauda mais grossa, é capaz de ocorrer a enfermidade “Beagle Tail”, todavia muito menos habitual. A Beagle Tail provoca a infecção na área do ânus, causada pelo abafamento do local em virtude de uma dobradura entre a cauda e a região anal. Possui tratamento com drenagem da glândula, bandagens antissépticos e pomadas anti-Inflamatórias com antibióticos.

Como cuidar de um Beagle

O Beagle é um cachorro inesgotável e é por causa disso que precisa fazer exercícios diários para consumir sua energia e para que nunca se torne triste ou obeso, uma vez que é uma espécie bastante comilona e possui propensão pra ficar gordo. O cachorro Beagle precisa de uma dieta padrão e equilibrada, de excelente qualidade.
A higienização pode ser feita vez ou outra, de quinze em quinze dias, com uma boa escovação no fim para retirar os pelos soltos, o que já é suficiente para conservar a higiene do cachorro em dia. Além de tudo, alguns cuidados básico devem ser tomados com a tosa higiênica, bem como com o aparo das unhas de vez em quando.
Em contrapartida, cuidados especiais devem ser seguidos em relação à região dos olhos e da orelha dos cães dessa raça. No caso das orelhas – pelo motivo de serem longas e tombadas – a atenção deve ser focada na higiene, uma vez que essa região é muito suscetível ao acúmulo de sujeira levando o cão a sofrer com doenças como a otite.
Eles podem sofrer do distúrbio denominado de “Terceira Pálpebra” ou “Hiperplasia da Glândula de Harder”. Ela tem como característica gerar uma película de carne muito esponjosa em volta da região dos olhos do Beagle.

Filhotes de Beagle

Para se adquirir um Beagle, confira a sua origem para que não haja pequenos contratempos. Todavia não pense que é simples tratar de um filhote de cachorro Beagle! O Beagle é um cão elegante com alma de vagabundo, leal aos seus sentimentos de caçador.
O filhote de cachorro Beagle pode ser barulhento e um pouco chato, contudo não deixa de ser cativante e embora muitos possam falar que o lugar correto para um Beagle é numa matilha de Beagles, há muitos deles que viram cães de casa, dedicados durante 14 anos ou mais.
No geral, os cachorros Beagles, mesmo filhotes, não apresentam qualquer medo ou temor do que quer que seja, sendo muito curiosos a começar do seu nascimento. Com o intuito de se ter um cachorro fácil de se adestrar, escolha um filhote menos medroso ou arredio.
O carinho deve ser constante, contudo você necessita mostrar bastante firmeza quando necessário. Jamais dê permissão que o seu Beagle realize coisas erradas ou travessuras além do necessário. É preciso revisar o filhote de Beagle desde novo e exibir para ele que você é o líder. Conforme os criadores, corrigir maus hábitos é complicado em nenhum raça, porém é praticamente impossível quando está se tratando de um cão Beagle.

Curiosidades a cerca do Beagle

– Você conhece o “Pocket Beagle”? Então, a Rainha Elizabeth I tinha um exemplar dessa raça. Como o próprio título indica, eles são Beagles de Bolso. No momento do seu governo, ela criava uma quantidade de exemplares de Beagles nas suas dependências, vindo a produzir, inclusive, uma variante da raça de tamanho excessivamente pequeno, que media entre 20 e 23 cm de comprimento.
– Ocorreu em 2013 um fato inesquecível relacionado a esss raça: muitos ativistas libertaram inúmeros Beagles do “Instituto Royal” os quais eram usados como animais de testes para remédios e os demais propósitos.
– Pelo seu faro apurado, o Beagle foi usado como um cão farejador em aeroportos, pela polícia dos Estados Unidos, para que pudesse localizar drogas ou outros produtos ilícitos.